quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Adoção de cães, pense nessa ideia

                                                                                                                              DIVULGAÇÃO
Cão disponível para adoção no CCZ em Palmas


O alto índice de cães abandonados em Palmas tem preocupado o setor de saúde pública por se tratar de animais que podem transmitir doenças ou até mesmo atacar pessoas, no entanto, o problema não pode ser resolvido apenas pelo setor público, toda a população pode colaborar.
O Centro de Controle de Zoonoses – CCZ de Palmas, localizado na TO 080, saída para Paraíso desenvolve o trabalho de retirar das ruas esses cães que oferecem risco para a população e examinar a saúde do animal, caso esteja com calazar, doença transmissível ao homem e que pode levar a morte, o mesmo é sacrificado, mas se não for diagnosticada nenhuma doença no cão ele é disponibilizado para adoção.
A equipe do CCZ saí todos os dias às ruas atendendo a chamados para capturar os cães, é o que afirma Milena Silva, secretária do setor de adoção de cães e gatos “o pessoal do CCz saí geralmente duas vezes por dia, mas só se houver algum pedido de algum morador que queira retirar algum cão que esteja o incomodando, perto de casa o do trabalho, por exemplo. Retiramos em média cerca de dez cachorros das ruas por dia,” afirma.
    ___________________________________________________________A adoção
Cães doentes aguardam o abate     
                Os cães já examinados que não estiverem com nenhum tipo de doença são encaminhados para um canil separado e postos à adoção, “é muito simples, não tem burocracia nenhuma” salienta Milena. Para quem tiver o interesse de colaborar com o CCZ e com a sociedade basta preencher uma ficha cadastral e já sair com seu novo animal de estimação na hora. Deve-se lembrar que os cães já saem vacinados e que o novo dono deve se prontificar a cuidar do animal.  


  • CCZ em Palmas – TO 080, saída para Paraíso. Telefone: 3218 – 5144/5087.                                                                           



   Por, Christopher Gama
campaixao@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário